O grupo discutiu sobre a necessidade de inclusão digital na nossa sociedade. O Estado pode atuar oferecendo tele-centros e cursos gratuitos para a comunidade. Instalando postos de acesso à internet em lugares públicos e estratégicos, como rodoviária, metrô, hospitais, etc. E a universidade deve ajudar na difusão do uso da internet através de projetos de extensão que levem esse acesso às comunidades.

O uso dos softwares livres foi muito defendido pelos participantes. Ressaltou-se a importância de projetos do Governo Federal que incentivem e financiem a produção desses softwares, e que eles sejam utilizados pelo próprio governo, e disponibilizados para todos os estados.

Anúncios